um dia desses*

Houve um dia, de tantos, em que fui mais feliz. Sempre tem um daqueles momentos que você costuma nem perceber que está vivendo, mas eu percebi. Passei um dia todo fazendo nada de importante, vendo episódios repetidos de uma série qualquer no sofá da sala 🙂 Mas ao mesmo tempo vivendo um dos dias que, com o tempo, viria a considerar um dos mais felizes e inesquecíveis da minha vida. É simplicidade demais pra ser tão intenso, mas foi o clichê das pequenas coisas (e existe algo maior?), tão verdadeiro…
Passei o dia sorrindo o meu sorriso mais manso e gargalhando minha gargalhada mais verdadeira. Pensando, muitas vezes, que teria que voltar no dia seguinte, e que sentiria saudades dele e das simplicidades todas daquele dia, que nem festa e parque tinha mais.
Tive uma crise de riso deliciosa que, de repente, virou uma crise de choro, mas que ainda parecia riso; tudo bem sutil e imperceptível. Difícil explicar o que eu senti e como eu percebi que a lágrima seguinte não era mais de riso. O choro não foi propriamente de tristeza, acho que foi de saudade do hoje mesmo… mania de sofrer por antecipação. Ou, quem sabe, de emoção de estar sendo tão feliz naquele momento.
O dia de amanhã não podia chegar nunca e, eu juro, não queria dormir pra demorar mais. Resisti sozinha acordada. E depois, vencida e sem sono, também deitei e fiquei esperando o dia seguinte até adormecer também.

*o post de hoje é uma homenagem a um dos responsáveis por esse dia.

7 comentários sobre “um dia desses*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s