uma questão de prioridades

Acho que finalmente está ficando pra trás.
Não tem mais a vontade de encontrar, a alegria da possibilidade de encontrar, nem mesmo a possibilidade de encontro. Não tem mais entusiasmo, espera, pensamento, palavras e conselhos diários. Não tem mais casos desimportantes. Não tem a pergunta interessada, não tem mais vontade de nada, nem uma confidência ou outra, e nem segurança. Não tem mais necessidade. Não tem mais a ideia de que é necessário. Nem tem mais o pensamento de que “é claro que ia dar certo!“. Não tem mais a naturalidade de antes. E, possivelmente, NUNCA teve lá muita preocupação.
– Por que não?, você me pergunta.
Nesse caso, tudo isso é porque não tem mais tempo pra nada disso.
E se não tem tempo pra nada disso mais, talvez não tenha mais tanta importância, nem significado, nem espaço. E novamente me vejo obrigada a repetir:

tempo é uma questão de prioridades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s