o ponto

foto // josé de holanda
Há de se mexer a colher de pau até dar o ponto. Não deixa ninguém mexer. Não deixa ninguém adicionar açúcar ou pimenta, se não quiser. Não deixa que estraguem o ponto dele. Mexa bem, sem parar, em fogo baixo, para não agarrar na panela. Diz ele que fogo alto não serve pra nada, mas eu às vezes ponho porque sou muito ansiosa. Mas é pra isso mesmo que serve, pra gente ansiosa quebrar a cara. Não precisa de pressa. Se for pra ter pressa, então deixa.

E você não parou de mexer porque eu falei não, né? Então… continua.
Demora mesmo. Se desanimar, se não manter a força até o fim, pode dar errado. Em último caso peça ajuda a alguém de confiança, mas dizem que se outra pessoa mexe, estraga tudo.
Então eu acho melhor não parar de mexer e ir até o fim. Mesmo que pareça que nunca vai estar bom o suficiente. Sempre vai parecer, vai dar calor, cansaço, o braço vai doer, mas não tem o que fazer, você escolheu fazer agora arque com as consequências. E faça com amor, por favor, porque fica mais gostoso. Depois talvez você ainda pense que não ficou como deveria, mas é assim mesmo. Nós nunca vamos estar satisfeitos.
Não se esqueça de continuar. Precisa ganhar forma para, só então, saborearmos ele, o doce de banana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s