dia seguinte

foto // anna f. horta

algumas pessoas acham ir difícil e voltar fácil. eu já acho ir a coisa mais fácil de todas. então eu fico sempre indecisa, porque se eu for, não volto. eu sei que não volto, porque nunca voltei. e agora eu sei apenas que quero ir. quero o futuro, quero que as frutas que comprei na feira amadureçam logo, mas algumas nunca ficam boas, porque foram colhidas antes da época. quero que as frutas do pé fiquem boas. quero arrancar antes. quero o que vem amanhã. mas o amanhã, quando for amanhã, também vai ser hoje. e eu estou sempre preocupada com o dia seguinte, sempre pensando em se‘s. quando ele chega, deixa de ser o dia seguinte e quando eu mais deveria, paro de vivê-lo. não faço planos, apenas quero que chegue logo. tenho medo de viver sentindo amanhãs. de olhar pra trás e ver futuros murchos. ver que meu passado são futuros colhidos antes da época. tenho sentido uma ânsia de viver que piora a medida que envelheço.

2 comentários sobre “dia seguinte

  1. E mais uma vez, sei que não estou sozinha. Sentir-me assim não é uma coisa só minha. Você também sente, outras pessoas também devem se sentir. Mas não vale a pena eu dizer, porque não sei dizer de forma bonita assim.

    Gostei da imagem das frutas colhidas e das frutas que amadurecem ou que nunca ficam boas porque porque foram colhidas antes do tempo. Gostei da fotografia. Tudo sempre lindo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s