sapato novo

foto // anna f. horta
é assim: enquanto temos uma dor, ela pulsa e nós lidamos com ela quase que a ignorando, mesmo sentindo.
você usou um sapato que acabou machucando seus dedos e você simplesmente sabe que é isso e que dói. não deixa de calçar outro sapato por cima ou de colocar uma meia porque pode ser que doa mais ou que atrapalhe a dor a passar. ou porque pode fazer doer mais. não. você ignora e segue, sem considerar aquilo muito relevante.
mas a partir do momento em que você vê que aquela dor se trata de algo físico, você passa a tratar tudo aquilo com um drama e preocupação imbecis. você deixa de calçar alguns sapatos porque, afinal, está machucado, e você precisa cuidar disso. dane-se o machucado, já estava doendo antes. continue vivendo e experimentando quantos sapatos novos gostar, que vai passar.